O corpo envelhece sem a sua permissão…

O corpo envelhece sem a sua permissão a alma só se você permitir.

E com o passar dos anos vamos reencontrando amigos, relembrando histórias algumas se tornam lendas outras apena mito.

De uma época que não havia registro de uma época que um álbum de fotografia era um livro de história alguns com 36 capítulos outros com 24 e alguns com apenas 12 mas que passavam de geração em geração histórias que eram escolhidas a dedo antes de serem eternizadas em um flash.

Em algum momento de nossas vidas nós distanciamos uns dos outros passamos a colecionar tesouros e esquecer da verdadeira essência da vida.

Porém quando encontramos novamente amigos que a muito não víamos bate uma sensação gostosa no peito uma vontade de quebrar todos os protocolos abraçar e chama-lo pelo velho apelido.

Que sorte tem os cães que ao rever um velho amigo sai em disparada se quer pensa na cor da pata enlameada não existe protocolo e pula no peito do amigo, abana o rabo lambe e late.

Muitas vezes vivemos de protocolo, como vai a família, o que tem feito da vida, onde está trabalhando.

Quando um simples senti sua falta meu amigo seria mais qur o suficiente para resgatar toda a sintonia da velha e boa amizade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s