Meus Versos

Em meus versos sou homem, mulher, anjo, demônio, tempestade e acalento…
Sou remédio, veneno e bicho selvagem…
Sem mesmo não parecer justo e certo sou o erro que se acerta no futuro qual quer;

Julio Aukay

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s