Alice no País das Maravilhas(Alice in Wonderland)

As Aventuras de Alice no País das Maravilhas(Alice in Wonderland) é a obra infantil mais conhecida de Charles Lutwidge Dodgson, publicada a 4 de julho de 1865 sob o pseudônimo de Lewis Carroll.

É uma das obras mais célebres do gênero literário nonsense, o livro conta a história de uma menina chamada Alice que cai numa toca de coelho que a transporta para um lugar fantástico povoado por criaturas peculiares e antropomórficas, revelando uma lógica do absurdo, característica dos sonhos. Este está repleto de alusões satíricas dirigidas tanto aos amigos como aos inimigos de Carroll, de paródias a poemas populares infantis ingleses ensinados no século XIX e também de referências linguísticas e matemáticas frequentemente através de enigmas que contribuíram para a sua popularidade. A magica do livro se da por ser uma obra de difícil interpretação pois contém dois livros num só texto: um para crianças e outro para adultos.

Um livro para se deliciar com um xícara de chá ou uma taça de vinho, tem um preço médio de R$ 60,00 e vale cada centavos investido e lembrando que a historia de um livro não acaba após a leitura você pode vender emprestar o empréstimo só enriquece o enredo de um livro, para provocar o desejo de adquiri e ler este livro segue abaixo algumas frases do livro.

Alice: Quanto tempo dura o eterno?

Coelho: As vezes apenas um segundo.

“Lewis Carroll”


Nada se é conquistado com lágrimas.

“Lewis Carroll”


É preciso correr muito para ficar no mesmo lugar. Se você quer chegar a outro lugar, corra duas vezes mais.

“Lewis Carroll”


Eu… eu… nem eu mesmo sei, nesse momento… eu… enfim, sei quem eu era, quando me levantei hoje de manhã, mas acho que já me transformei várias vezes desde então.

“Lewis Carroll”


Quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que já mudei muitas vezes desde então.

“Lewis Carroll”


A questão é saber se você pode obrigar as palavras a querer dizer coisas diferentes. A questão é mostrar a elas quem manda…

“Lewis Carroll”


Quando lia contos de fadas, eu imaginava que aquelas coisas nunca aconteciam, e agora cá estou no meio de uma! Deveria haver um livro escrito sobre mim, ah isso deveria! E quando for grande, vou escrever um…

“Lewis Carroll”


Só que ninguém gosta de ficar mudando toda hora, sabe.

“Lewis Carroll”


Não posso voltar para ontem porque lá eu era uma outra pessoa.

“Lewis Carroll”


“Mas isso não é culpa sua”, a Rosa acrescentou delicadamente. “Você está começando a fenecer, sabe… e nesse caso é impossível evitar que as nossas pétalas fiquem um pouco desalinhadas.”

“Lewis Carroll”


Qual a semelhança entre um corvo e uma escrivaninha?

“Lewis Carroll”


Se eu tivesse um mundo só meu, tudo seria um absurdo. Nada seria o que é, porque tudo seria o que não é. E, ao contrário, o que é, não seria. E o que não seria, seria. Entende?

“Lewis Carroll”


Bem meus amigos espero que gostem leiam o livro e se já leu relembre um poucos desses belos trecho e livro que enche nossos olhos e nos faz perguntar de onde sai tanta inspiração que atravessam séculos sem envelhecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s